Fale Conosco
Clique aqui!
X
Clique aqui e Peça seu Orçamento!
Clique aqui e Peça seu Orçamento!

Câmeras de Segurança X Alarmes: QUAL ESCOLHER?

Cada vez mais, novos recursos e modernos equipamentos de segurança residencial surgem no mercado para trazer mais proteção aos lares dos consumidores. Fechaduras eletrônicas, sistemas de controle de acesso por biometria e porteiro eletrônico são exemplos desses dispositivos.

Mas não é somente os modernos equipamentos que proporcionam segurança para sua casa. Sistemas mais tradicionais, como câmeras de vigilância e alarmes, ainda continuam sendo as formas mais seguras e utilizadas do mundo.

Nós falamos recentemente aqui no blog sobre como funciona os alarmes residenciais e o quanto eles são importantes. Se você ainda não leu esse artigo, dê uma conferida antes para entender melhor o que vamos falar aqui, ok?

O SISTEMA DE ALARME

As centrais de alarmes, como costumam ser chamadas, consistem em um sistema de segurança que distribui sensores por toda a casa, de forma que possam detectar invasões ou ações suspeitas tanto no interior, como no exterior da residência. Seu funcionamento se dá quando um dos sensores detecta algo fora do normal, disparando um forte alerta sonoro e enviando as informações ao painel de controle, que, por sua vez, informa ao proprietário qual parte da casa foi alvo dos criminosos

O proprietário da casa pode trancar-se em um local seguro e chamar a polícia, ou, em caso de alarmes monitorados, a empresa de vigilância responsável é acionada de forma automática, mesmo que não haja solicitação pelos donos da casa.

AS CÂMERAS DE SEGURANÇA

As câmeras de segurança deixaram de ser novidade há muito tempo. Segundo relatos, os primeiros modelos foram utilizados por nazistas durante a Segunda Guerra Mundial para acompanhar o lançamento de mísseis a longas distâncias. Anos mais tarde, passaram a fazer parte do cotidiano da polícia de Nova Iorque para conter a forte onda de violência que havia na época.

Os modelos de câmeras de segurança atuais estão cada vez mais equipados com recursos que proporcionam qualidade e facilidade de monitoramento, o que faz delas serem tão populares assim. Com aplicativos específicos no smartphone, é possível monitorar em tempo real todos os pontos instalados na casa, sem nenhuma dificuldade. Além disso, o sistema de DVR (Digital Video Recorder), permite que você grave as imagens e as mantenha em uma mídia de armazenamento interno (HD) por um longo período, ajudando na identificação de criminosos e servindo muitas vezes como prova judicial.

QUAL DOS DOIS DEVO ESCOLHER?

Se possível, os dois. Um bom sistema de segurança deve ser totalmente integrado, ou seja, todos os dispositivos, como câmeras de segurança, portões, fechaduras e alarme, devem funcionar de maneira conjunta. O alarme residencial, por si só, pode ajudar a afugentar os criminosos, porém, seria mais interessante reconhecer quem são e assim tomar as medidas necessárias. Além disso, as câmeras de segurança intimidam ainda mais a ação desses criminosos, fazendo com que eles pensem duas vezes antes de tomar qualquer atitude.

Por outro lado, se é inviável para você manter os dois sistemas, opte pelo alarme residencial, pois este chamará muito mais a atenção dos vizinhos, do bandido e a sua, além é claro, de acionar a empresa de vigilância para atender imediatamente a ocorrência.



Deixe uma resposta